exposição

25/9/17

21h

Singular uso da luz

Ao longo dos mais de 40 anos de sua premiada carreira, o fotógrafo paraense Luiz Braga tornou-se uma sólida referência na produção visual contemporânea brasileira, seja pelo singular uso da luz, como também pela tradução íntima e sensível da exuberância de sua Belém natal, da Ilha de Marajó e dos arredores da região amazônica paraense, cenários recorrentes em sua vasta obra. Sua produção P&B é o grande destaque da mostra individual Espelho d’água, que marcou a inauguração da nova sede da Galeria da Gávea, de Ana Stewart e Isabel Amado, uma casa tombada, de 1881. Fotos: Cristina Granato.

Publicidade

"O chic do rio" é uma publicação da Mago Ideias de Comunicação ltda. Veja aqui o expediente.

assine nossa newsletter aqui.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon